“O Maranhão é o Guardião da Política de Segurança Alimentar e Nutricional”, afirma representante da FAO em visita ao Maranhão

visita

visita

Nesta segunda-feira (18) e terça-feira (19), representante da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) está no Maranhão para conhecer a atuação do Estado na implementação das políticas de segurança alimentar e nutricional. A programação inclui visita aos Restaurantes Populares, Cozinhas Comunitárias, banco de alimentos e reuniões com o Governo do Estado, por meio da Secretaria Adjunta de Segurança Alimentar (SASAN), Conselho Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional (CONSEA-MA) e com o Fórum Maranhense de Segurança Alimentar e Nutricional (FMASAN).
A Consultora da FAO, Isa Ferreira informou que a Organização está fazendo um levantamento das experiencias exitosas das políticas de Segurança Alimentar e Nutricional pela Brasil e o Maranhão não poderia ficar de fora. O Estado foi indicado pela Câmara Interministerial de Segurança Alimentar e Nutricional (CAISAN Nacional), como o Estado que mais avançou e que tem uma política de segurança alimentar consolidada e em expansão.
Nesta segunda pela manhã, a equipe visitou o primeiro Banco de Alimento do Estado, localizado na CEASA e almoçaram no Restaurante Popular do Bairro do São Francisco. Após as visitas foi realizada uma reunião institucional com a presença de Edilene Sampaio, Luíz Fernando, Lourvídia Caldas, ambos da SASAN, Clovis Luiz (SEDES), Concita da Pindoba (CONSEA-MA), Franciane Moraes e Christiane Teixeira representantes da comunidade do Coradinho.

 

reunião

reunião

“O que a gente viu aqui foi uma política estadual muito bem estruturada institucionalmente, com gestão, com equipe, com lei atualizada, com Consea funcionando. Percebemos a articulação de todos os programas, a articulação do conselho com Fórum e com os municípios do interior do estado. Diante de tudo isso, percebemos que o Maranhão prioriza o direito humano a alimentação de qualidade. Compartilho do mesmo sentimento dos conselheiros daqui: O estado do Maranhão é o guardião da política de segurança alimentar e nutricional do país”, concluiu a consultora.
Para a presidente do CONSEA-MA, Concita da Pindoba, a presença da FAO no Maranhão é de suma importância porque além de ser exemplo para os estados brasileiros, o Maranhão agora conta com olhar mundial.
Apesar de todo o desafio que nós temos, o estado do Maranhão hoje é um dos estados que mais articula a Política de segurança alimentar. O Fórum, o Conselho e o Governo andam juntos, por isso o Maranhão comemora grandes avanços”, pontuou concita.

Nesta terça-feira (19), a equipe conhecerá a única Cozinha Comunitária quilombola do Brasil, localizada no povoado Marudá, município de Alcântara. A Cozinha serve cerca de 200 refeições por dia, gratuitamente.

Desenvolvido por: Seção de Desenvolvimento da SEATI - Secretaria Adjunta de Tecnologia da Informação