EM DEBATE VIRTUAL, CONSEA – MA DEBATE PROGRAMAS DO GOVERNO FEDERAL NO COMBATE DA INSEGURANÇA ALIMENTAR

Visando combater a insegurança alimentar no contexto pandêmico por meio dos programas do Governo Federal foi realizado ontem um Debate Virtual com a participação de representantes e profissionais do setor que relataram as suas dificuldades de colocar em prática algumas funções dos programas.

A pauta foi baseada nos Programas de Segurança Alimentar e Nutricional (SAN).

Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE)
Programa de Aquisição de Alimentos (PAA-CONAB)
Programa de Compras da Agricultura Familiar (PROCAF)

20

Assistência técnica para os agricultores, produção e comercialização de produtos, desperdício de alimentos e maneiras de execução dos programas de SAN nos municípios maranhenses foram assuntos norteadores durante todo o debate.

A presidente do Consea-MA, destacou a importância do PROCAF para as famílias que estão em situação de vulnerabilidade.

” É de suma importância a parceria do Governo com associações e cooperativas que executam os programas através da compra de produção agrícola,  evitando o desperdício de alimentos e levando comida para a mesa de milhares de pessoas”.

A coordenadora do Banco de Alimentos do Governo,  Daniella Arraes participou do debate relatando o funcionamento e missões do banco de alimentos, destacando a busca constante por parcerias e articulações que possam aumentar a capacidade de recebimentos de produtos agrícolas.

21

O nutricionista Wallace Bittencourt, destacou a importância do fortalecimento da agricultura local.
“Precisamos traçar maneiras para uma melhor  comercialização dos produtos com preços justos e também investir mais na capacitação  dos nossos agricultores evitando o recebimento de produtos oriundos de outros estados.

O conselheiro  e representante da ASP Associação de Saúde na Periferia, Jean Marie; Secretaria Adjunta de Segurança Alimentar e Nutricional da SEDES, Lourvidia Caldas e o Superintendente Estadual de SAN, Luiz Fernando Amorim também partciparam do debate.

Desenvolvido por: Seção de Desenvolvimento da SEATI - Secretaria Adjunta de Tecnologia da Informação